Disney coloca avisos de conteúdo racista em seis filmes clássicos
  • Disney coloca avisos de conteúdo racista em seis filmes clássicos

    conteúdo racista Disney
    Peter Pan / Reprodução Disney

    A Disney colocou avisos de conteúdo racista em seis filmes clássicos: “Dumbo”, “Peter Pan”, “A Dama e o Vagabundo”, “Aristogatas”, “Mogli – O Menino Lobo” e “A Família Robinson”.

    LEIA TAMBÉM:

    Segundo reportagem do site Upworthy, as empresas geralmente lidam de duas maneiras diferentes com o conteúdo racista que produziram no passado. Algumas acreditam que este tipo de conteúdo deva ser removido e escondido do público, outras acham que elas devem ser usadas como ferramentas para que aprendamos com o passado, para que as coisas não se repitam.

    A Disney usou das duas estratégias para lidar com os filmes que apresentavam conteúdo ofensivo. O CEO da empresa, Bob Iger, disse, no começo do ano, que o filme de 1946 “A Canção do Sul” não seria lançado no Disney+, nova plataforma de streaming da empresa, porque “não é apropriado ao mundo atual”.

    O filme foi muito criticado pela representação das pessoas negras que trabalhavam nas plantações nos anos 1800. Os críticos afirmaram que é uma romantização idílica do sul dos Estados Unidos que nunca existiu.

    Mas, agora, a Disney colocou avisos longos antes dos filmes “Dumbo”, “Peter Pan”, “A Dama e o Vagabundo”, “Aristogatas”, “Mogli – O Menino Lobo” e “A Família Robinson”, além da criação do site Stories Matter (Histórias Importam, em português), onde alguns dos conteúdos racistas são discutidos.

    No website, também é revelado o motivo pelo qual os filmes foram classificados desta forma. “Peter Pan”, por exemplo, exibe um conteúdo estereotipado dos índios. Já o filme “Aristogatas”, recebeu o aviso por conta da representação racista de uma pessoa asiática, com olhos puxados e dentes salientes.

    “Dumbo” recebeu o aviso por conta de cenas que homenageiam “shows de menestréis”, que eram espetáculos teatrais populares nos Estados Unidos que traziam atores brancos fazendo “black face”, ou seja, fantasiados de pessoas negras, e mostrando esses personagens como preguiçosos e ignorantes.

    Em “A Família Robinson”, o aviso é por conta de piratas que são retratados como “ameaças estrangeiras estereotipadas”. Já o aviso de “Mogli” não foi explicado pela empresa. Mas o filme recebe críticas pela forma como retrata o personagem “Rei Louie”, visto como um estereótipo de uma pessoas negras.

    O aviso em “A Dama e o Vagabundo” também não foi explicado, mas especula-se que seja por conta dos personagens gatos siameses, retratados como estereótipos negativos de asiáticos.

    A empresa espera que os avisos sirvam para uma discussão aberta entre pais e crianças sobre racismo, para garantir que os mesmos erros não sejam repetidos.

  • Back to top