Dia das Crianças: preços podem variar até 190%, diz Procon - Cabeça de Criança
  • Dia das Crianças: preços podem variar até 190%, diz Procon

    Dia das Crianças: preços podem variar até 190%, diz Procon
    Imagem de Taylor Heery por Unsplash

    O Procon-SP alerta os pais: vale a pena pesquisar preços para o presente para o Dia das Crianças. Pesquisa da entidade encontrou produtos vendidos em duas lojas com até 190% de variação nos preços.

    LEIA TAMBÉM:

    A pesquisa realizada pelo Procon-SP foi realizada em diferentes sites, comparando os preços de 70 itens de diferentes tipos e modelos de bonecas e bonecos, jogos e massas de modelar, entre os dias 29 e 30 de setembro

    As lojas consultadas foram Americanas, Carrefour, Extra, Magazine Luiza e Ri Happy. Foi revelado pela pesquisa, por exemplo, que um conjunto de massinha para brincar de fazer frutas foi encontrado em um estabelecimento por R$ 18,99 e, em outro, por R$ 55.

    O Procon-SP recomenda que os consumidores façam uma criteriosa pesquisa de preços antes de comprar e que levem em conta, também, o custo do frete e a possibilidade de negociar com o filho a possível troca do brinquedo, se estiver fora do orçamento.

    Além de anúncios promocionais em um dos sites, informando que haviam brinquedos com até 50% de desconto, sendo que nenhum item com o abatimento prometido foi identificado, também houveram publicidades com o destaque maior no valor da parcela do que no valor à vista e produtos sem preço.

    Para evitar golpes em ambiente virtual, o Procon-SP elaborou algumas orientações antes de comprar os presentes das crianças:

    • desconfie de preço muito abaixo do praticado no mercado;
    • não confie e não compartilhe links e informações dos quais não tenha certeza da origem;
    • não forneça dados, senhas, códigos, etc;
    • não acredite em ofertas de ajuda, sorteio, dinheiro etc enviadas pelo whatsapp, redes sociais, e-mails e não clique nesses links;
    • não preencha formulários que não estejam nos sites oficiais;
    • baixe aplicativos apenas das lojas oficiais;
    • em caso de dúvidas ou dificuldades, procure um familiar ou amigo que possa ajudar;
    • utilize antivírus no computador, tablet e smartphone;
    • confira sempre o endereço eletrônico do site – existem páginas falsas que utilizam o nome de grandes empresas e criam páginas com layout parecido com o das lojas originais; o endereço do falso site leva o nome de empresa conhecida, mas com o final diferente.
  • Back to top