Fisher-Price faz recall de cadeira de balanço de bebê - Cabeça de Criança
  • Fisher-Price faz recall de cadeira de balanço de bebê

    Cadeira Rock Play Sleeper, da Fisher Price, é alvo de recall

    O grupo americano Mattel anunciou que vai fazer um recall de 4,7 milhões de cadeiras de balanço de bebê da marca Fisher-Price disponíveis no mercado mundial. A medida, anunciada no dia 12 de abril, foi tomada após indícios de que as cadeiras provocaram cerca de 30 mortes em uma década. O recall é para todas as unidades do modelo Rock’n Play Sleeper.

    Veja tambem:
    Tênis de rodinha: pode usar ou é perigoso?

    Segundo a Comissão de Segurança de Produtos para o Consumidor dos Estados Unidos, os acidentes ocorreram porque os bebês rolaram para o lado ou de barriga para baixo enquanto estavam na cadeira sem estarem usando o cinto de segurança. Porém o comunicado não esclarece se as mortes ocorreram por queda ou por outro motivo, como sufocamento.

    Em comunicado, a Fisher-Price afirmou que garante a segurança de seus produtos e que os acidentes ocorreram quando o produto foi utilizado sem que os consumidores seguissem as instruções de segurança, e que decidiu convocar um recall voluntário. A Fisher-Price também ressalta que as instruções devem ser sempre seguidas. E é importante lembrar que a cadeira não deve ser usada por bebês que já se movimentam sozinhos.

    A empresa recomenda que os consumidores parem de utilizar o produto Rock’n Play Sleeper imediatamente e informou que providenciará o reembolso ou a troca do produto por um dos kits alternativos Fisher-Price, de acordo com a preferência de cada consumidor, sem custos.

    Os clientes que precisarem trocar o produto podem acessar o site https://faleconosco.mattel.com.br/ ou entrar em contato pelo telefone 0800-550-780 ou pelo email sac.matteldobrazil@mattel.com. A ligação é gratuita.

    No início de abril, a Comissão de Segurança de Produtos para o Consumidor dos Estados Unidos emitiu uma advertência sobre o produto. Na advertência, a comissão citou a morte de 32 crianças desde 2009, quando o produto começou a ser comercializado. De acordo com o comunicado, o uso da cadeira não é recomendado para bebês a partir dos 3 meses de vida, ou que já começaram a se movimentar sozinhos.

    Fonte: Agência Brasil

  • Back to top